quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Você não vai reconhecer o Mario


Mario é um dos personagens fictícios mais conhecidos que existem, a maioria das pessoas mesmo as que não jogam video game conseguem reconhecer ele facilmente.

Mas já imaginou como o Mario ficaria sem seu tradicional macacão? Ou sem o seu bigode? O resultado é bem impressionante.

Sem o bigode, boné, macacão e luvas o Mario parece ser outra pessoa! Aposto que nem o Luigi ou a Princesa Peach conseguiriam reconhece-lo.

Via: Jogorama

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Shigeru Miyamoto reconhecido pelo Ministério da Cultura Japonês pelo seu mérito














Shigeru Miyamoto foi reconhecido pelo Ministério Japonês da Cultura pelo seu mérito para a cultura do país.

Reconhecido como uma das verdadeiras lendas da indústria dos jogos, Miyamoto tornou-se na primeira figura dos jogos a ser reconhecida como uma "Pessoa de Mérito Cultural" no Japão.

O criador de Super Mario recebeu a distinção com a sua habitual graciosidade e diz que não faz nada sozinho e jamais poderá esquecer os seus colegas de trabalho.

"Estou grato pela luz colocada sobre o gênero dos jogos," disse Miyamoto. "Este é um trabalho no qual não podes fazer tudo sozinho."

"The Legend of Zelda" é outro dos seus contributos para a cultura Japonesa e um atestado do gênio de Miyamoto.

O jogo desenvolvido em Kyoto, no Japão, tornou-se num fenômeno de classe mundial e passados 30 anos ainda perdura como uma das mais adoradas propriedades intelectuais da indústria.

Com 66 anos, Shigeru Miyamoto diz que não está disposto a se aposentar, preferindo trabalhar para criar sorrisos na face das pessoas.

"Continuarei a fazer tudo o que posso para evitar a aposentadoria. Quero fazer pessoas de todo o mundo sorrir."

Da nossa parte, apenas podemos deixar os nossos parabéns a Shigeru Miyamoto, uma das mais marcantes pessoas na nossa vida enquanto jogadores, e também ao governo Japonês pelo reconhecimento deste gênio da Nintendo.

Via: Eurogamer

sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Donkey Kong Country completa 25 anos




















Em 21 de novembro de 1994, a RARE lançou um dos jogos mais reverenciados de todos os tempos: Donkey Kong Country!

De fato, o jogo atemporal agora tem 25 anos na América do Norte, muito depois de sua estréia original no SNES. O jogo foi notável pelo uso de sprites e cenários em 3D, dando ao jogo um estilo artístico único, diferente de qualquer jogo de plataforma 2D da época.

Obviamente, nenhuma conversa sobre o DKC seria completa sem mencionar sua incrível trilha sonora do próprio David Wise, que iria compor para plataformas mais modernas como Yooka Laylee. Até hoje, as pessoas ainda se lembram da melodia suave do nível 'Coral Capers' e isso certamente não é coincidência.

Em comemoração ao jogo, a GameXplain conversou com muitos diretores e criadores do jogo.
Confira as entrevistas abaixo:



Via: Nintendosoup

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Nvidia oferece atualização em ray-tracing de Quake II, com um visual impressionante



O Quake II é um daqueles games que, mesmo com mais de 20 anos de vida, segue sendo jogado e conta com uma comunidade até hoje. O clássico, que foi lançado em 1997, ganhou uma atualização que remasterizou os gráficos, e inseriu a tecnologia Ray-tracing, que são suportadas pelas placas RTX da Nvidia.

Por causa disso, a atualização foi batizada de Quake II RTX. A versão será disponibilizada no dia 6 de junho, com as três primeiras fases disponibilizadas gratuitamente. Assim como era no passado, no famoso sistema shareware. Quem já tem o game, terá acesso ao game completo. Incluindo campanha Single-player e o multiplayer.

O ray-tracing é um recurso que permite que a luz nos games sejam mais fiéis à realidade. E também é útil para compreender melhor elementos nos cenários, como reflexos, ou sombra. Quake II, apesar de ser um game antigo, se mostrou muito bem quanto ao uso da tecnologia. Dá pra reparar na iluminação, na água e nas armas. É só comparar com o game original.

O código fonte desta atualização estará no GitHub. Para que a comunidade invista em mais melhorias, além de permitir que o Ray-tracing apareça em modificações. Mas, essa tecnologia toda tem um preço. Se o Quake II original foi produzido para rodar em Pentium 2 ou equivalentes, seu upgrade com Ray-tracing exigirá no mínimo, uma RTX 2060, além de 8GB de RAM e um Intel Core i3-3220.

Via: Arkade

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

Mega Drive: novo jogo de terror ressuscita o console da SEGA





Volta e meia aparece alguém lançando algum jogo novo para os consoles clássicos. Desta vez, quem recebeu um novo título foi o Mega Drive, que completa 30 anos de vida este ano.

O game em questão é Sacred Line Genesis, criado por Sasha Darko. O jogo é uma espécie de graphic novel em que o jogador deverá assumir o papel da detetive Ellen para resolver uma série de mistérios que estão ocorrendo em algum lugar da Europa Ocidental.

Os negócios não vão bem, e a detetive resolve fechar o escritório. Porém, em um dos seus últimos dias de trabalho, Ellen recebe um telefonema a convidando para investigar uma floresta. Intrigada, a detetive vai até lá e acaba encontrando seus piores pesadelos.

O jogo conta com uma história densa e finais alternativos, tudo isso com gráficos pré-renderizados e uma atmosfera sombria.

Se interessou? Então acesse o site oficial e encomende o seu cartucho. O game custa US$ 39 (R$ 127, na cotação de hoje, sem contar frete e impostos). A parte legal é que ele vem com manual de instruções em português.

Via: Baixaki Jogos

terça-feira, 5 de novembro de 2019

Malasombra, novo jogo para NES está em desenvolvimento

Já se passaram mais de 30 anos desde que o NES foi lançado, e as empresas ainda estão fazendo jogos para ele.

Hoje foi revelado que o 4MHz Studio está atualmente desenvolvendo um jogo de aventura e ação de fantasia chamado Malasombra. O jogo é planejado para um cartucho físico de NES e lançamento digital.

Sinopse:

Em um lugar bonito e distante, a celebração do casamento real entre Astrid, a princesa do reino, e Pirou, um jovem aprendiz de mago, é interrompido pela entrada súbita de Malasombra, um feiticeiro ressentido contra o rei por condená-lo ao exílio.

Malasombra transformou todos os presentes em sapos, exceto Pirou, que conseguiu repelir o feitiço com sua varinha de aprendiz de mago,porém Astrid acabou sendo sequestrada como uma vingança por tantos anos de punição no exílio. Pirou não podia deixar as coisas assim, então se preparou para encontrar uma maneira de recuperar sua amada.

Desenvolvimento:

Malasombra teve seu desenvolvimento iniciado em março de 2018 com vários testes conceituais e cenários para o Amstrad CPC. Durante os primeiros meses de desenvolvimento, o projeto estava amadurecendo a história e crescendo em dimensões, até que em outubro de 2018 os testes gráficos e de programação começaram no NES. Após os primeiros resultados satisfatórios, a equipe decidiu migrar o projeto da plataforma, tornando-se um desenvolvimento exclusivo para a NES. Uma decisão muito complicada para toda a equipe, porque significa sair da zona de conforto, mas com a certeza de que foi a decisão certa dada a ambição colocada no projeto.

Esta fase inicial de desenvolvimento culmina em meados de agosto de 2019, com o anúncio oficial do projeto em diferentes mídias, e a apresentação de uma demo jogável em console real no estande do Gamescom Restrospiel, graças à colaboração de José María Velo (octopusjig).

Atualmente o 4Mhz está totalmente focado no desenvolvimento deste projeto, que, mesmo sem uma data definida de publicação, monopoliza todo o esforço e entusiasmo da equipe.

Via: Nintendo Soup

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Raríssimo protótipo do Nintendo PlayStation será colocado à venda
























Antes de lançar o primeiro PlayStation, em 1994, a Sony e a Nintendo trabalharam juntas no desenvolvimento de um console, também batizado de Play Station (e também conhecido como SNES-CD).

No entanto, a parceria entre as duas empresas não deu certo e cada uma seguiu o seu caminho, porém um protótipo desse raríssimo console existe e será colocado à venda.

A expectativa é que o leilão do console se torne um dos maiores da história. O anúncio da venda foi feito no Twitter e será vendido pelo colecionador Terry Diebold.

Via: GameHall

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Konami anuncia novo Contra para celulares

A clássica série Contra receberá em breve um novo jogo, que ainda não possui nome e nem imagens reveladas mas já se sabe que será exclusivo para celulares e tablets.

O jogo está sendo desenvolvido pela numa parceria entre a Konami e a Tencent, será voltado para o mercado chinês e por enquanto não existe planos para lançá-lo no Ocidente. Ele será um jogo gratuito, mas como de costume terá vários tipos de microtransações para tornar o jogo mais fácil.

Screenshot do Contra

A série Contra começou em 1987 com um fliperama com o mesmo nome, mas se popularizou um ano depois quando uma versão foi lançada para o Nintendinho.

O último jogo lançado na série foi o Contra: Evolution, um remake do primeiro Contra que saiu em 2010 para Arcade, Android, e iOS.

Via: Jogorama


Console Ouya confirma encerramento de serviço em junho






















Desde o seu lançamento em 2013 o Ouya nunca decolou como um grande competidor no mercado de games e agora ele se prepara para dar o seu adeus definitivo.

A Razer, que adquiriu a marca em 2015 e criou o derivado Forge TV, anunciou que a plataforma será totalmente descontinuada em 25 de junho deste ano, incluindo o download e compra de jogos online que ainda estão ativos.

Sua conta será desativada em 25 de junho de 2019. Após essa data, você não poderá mais acessar sua conta, jogos no servidor, títulos adquiridos anteriormente ou comprar jogos novos. Você continuará tendo acesso aos jogos que foram baixados. Os usuários devem baixar os jogos antes de 25 de junho de 2019 para evitar perder o acesso após o desligamento“, disse a empresa em seu site oficial.

Você poderá jogar pela plataforma Ouya até 25 de junho de 2019. Uma vez encerrado, o acesso à seção Discover não estará mais disponível. Os jogos baixados que aparecem no Google Play ainda podem funcionar se não precisarem de uma validação de compra no lançamento. Entre em contato com o desenvolvedor do jogo para confirmação“, diz ainda.

Mais detalhes sobre o desligamento do Ouya podem ser acessados no site da Razer.

Via: GameHall

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Um fã criou sozinho uma versão HD de Resident Evil 3


























Resident Evil 3: Nemesis completa 20 anos de seu lançamento em 2019. Esse que é um dos títulos mais amados pela legião de fãs da série Resident Evil, por conta de sua ambientação, seus puzzles e é claro pelo terrível Nemesis. E esse clássico agora ganha vida nova com uma versão HD incrível feita por apenas uma única pessoa!

Resident Evil 3 – Seamless HD Project é uma criação do modder Mathieu Philippe para a versão de Gamecube do clássico, que melhora e muito todas as texturas do game: De todos os modelos 3D, de todas as telas 2D de cenário e até mesmo das cutscenes em CGi!

Confira abaixo um vídeo de 10 minutos de gameplay do projeto, que mostra algumas comparações da versão original para o “remaster” HD. E olha, o resultado ficou realmente incrível!



O projeto recebe o nome “Seamless” pois para melhorar os visuais do game, o modder desenvolveu uma ferramenta que analisa as texturas 2D do game e as regenera por completo como novas máscaras de texturas. Evitando assim o efeito de “costura” (seam), que acontece ao se tentar fazer upscale em texturas de baixa resolução de games antigos.

O resultado é sem dúvida incrível, pois adiciona um nível de detalhes nunca antes visto aos cenários do game, que por serem compostos de imagens 2D, melhorá-los é um trabalho que até então era incrivelmente difícil!

O melhor de tudo é que esse mod é completamente gratuito! Para jogá-lo, acesse o site o projeto CLICANDO AQUI e siga as instruções de download e instalação, mas há um porém: O download do mod contém um junto uma versão customizada do emulador Dolphin de Gamecube, para rodar o mod, você precisará inserir a ISO de Resident Evil 3: Nemesis de Gamecube, e para isso você terá que achar a ISO por conta própria, para evitar problemas com a Nintendo, que está fazendo uma verdadeira caçada a qualquer site que forneça ROMs de seus games.

A Capcom já deixou no ar a possibilidade de fazer um remake de Resident Evil 3 no mesmo estilo do excelente remake de Resident Evil 2. E se você se lembrar bem, foi um remake feito por fãs que deu o pontapé inicial na Capcom para produzir o remake da aventura de Claire e Leon. Será que esse pode ser o pontapé para reviver o clássico de Jill e Nemesis? Vamos torcer!

Via: Arkade